Connect with us

América Latina

Manifestação no Chile termina em repressão policial e estátua de general em chamas

Rejeição à gestão de Piñera reuniu centenas de pessoas em protesto, como vem acontecendo constantemente desde 2019

Karla Burgoa

Published

on

Na tarde desta sexta-feira (5), uma nova manifestação contra o presidente chileno, Sebastián Piñera, foi reprimida pela polícia na capital Santiago do Chile.

 “Uma nova manifestação no centro de Santiago terminou com o incêndio da estátua do General Baquedano, depois que um grupo de pessoas atirou nela um pneu, que incendiou”, noticiou a Rádio Cooperativa.

 A convocação, que teve como principais demandas a libertação dos manifestantes presos durante o levante social e a rejeição à gestão de Piñera, reuniu centenas de pessoas ao redor da estátua, como vem acontecendo constantemente desde outubro de 2019.

Também se manifestaram contra as tentativas de militarizar a região da Araucanía e outros territórios do sul do país.

Carabineros de Chile (polícia militarizada) reprimiu os manifestantes com lançadores de água e granadas de gás lacrimogêneo e deteve 35 pessoas por “desordem pública”.

Aproveitando o ensejo….
Aqui na Fonte BR, trabalhamos muito para entregar para vocês informações de qualidade amparadas unicamente na realidade dos fatos. Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você?
Clique aqui e seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo.

Jornalista boliviana, periodista potiguar. Formada pela UFRN, já trabalhou com telejornalismo diário e rádio, e atualmente, busca por meio da escrita, contribuir por uma mídia brasileira que enxergue a América Latina além dos esteriótipos

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha a Fonte!

Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você? Seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo. 

X