Connect with us

África

Níger: oposição desafia resultado oficial das eleições

Níger teria a primeira troca de poder de um presidente democrático para outro, mas a oposição alega irregularidades nas eleições

Ady Ferrer

Published

on

Os apoiadores do líder opositor Mahamane Ousmane foram às ruas do capital do Níger, Niamey, ontem, 24. Ousmane se declarou vencedor das eleições presidenciais de 21 de fevereiro, no entanto, dados oficiais apontam a vitória de Mohamed Bazoum com 55.75% dos votos.

Ousmane afirma que ocorreram irregularidades no pleito e que teria vencido por 50.3% dos votos. Segundo ele, na cidade de Agadez, a participação foi de 103%, sendo 99% dos votos para Bazoum. Ele também denuncia que oficiais foram obrigados a assinar certificação sob ameaça de arma de fogo.

“Portanto, nós rejeitamos os resultados em sua totalidade em lugar onde irregularidades foram descobertas” – disse

Mahamane Ousmane foi o primeiro presidente eleito democraticamente no país, em 1991. Ele foi deposto após um golpe, em 1996.

A polícia, oposição e apoiadores de Bazoum entraram em confronto nas ruas:

As eleições desse ano seriam marcadas pela primeira troca de poder democrático no país. O presidente Mahamadou Issoufou pretende entregar o poder de forma pacífica para o vencedor das eleições. Uma missão da Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental atestou a legitimidade das eleições no país e afirmou que foi um pleito “livre, justo, credível e transparente“.

No entanto, o segundo turno das eleições foi marcado pela morte de 8 oficiais: 7 na região de Tillabéri, após a explosão de uma mina, e 1 na região de Diffa. Os ataques estão sendo investigados.

O resultado ainda não foi confirmado pela Suprema Corte, que deve analisar a eleição nos próximos dias. A posse está marcada para o dia 4 de abril.

*com informações de Reuters e The Africa Report

Aproveitando o ensejo….
Aqui na Fonte BR, trabalhamos muito para entregar para vocês informações de qualidade amparadas unicamente na realidade dos fatos. Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você?
Clique aqui e seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo.

Jornalista formada pela UCPel-RS, especialista em Relações Internacionais pela UnB e pós-graduanda em Cinema e Audiovisual pela Belas Artes de São Paulo. Podcaster no MIDcast política, #AdyNews e SulCast.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha a Fonte!

Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você? Seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo. 

X