Connect with us

América Latina

Chile supera três milhões de pessoas imunizadas

O país está se aproximando da meta de vacinar 80% dos adultos com mais de 65 anos

Karla Burgoa

Published

on

O Chile ultrapassou na terça-feira (23) os três milhões de pessoas imunizadas com a primeira dose do COVID-19, principalmente com a vacina chinesa CoronaVac, segundo o ministro da Saúde, Enrique Paris.

Da mesma forma, o país está se aproximando da meta de vacinar 80% dos adultos com mais de 65 anos.

 “Superamos os três milhões (3.037.063) vacinados no Chile e isso deve nos encher de orgulho”, disse o responsável, que também agradeceu às autoridades locais e ao pessoal de saúde que participou do processo.

Paris também destacou que 1.805.930 são adultos com mais de 65 anos, o que corresponde a mais de 70% dos vacinados.  “Este é precisamente um dos objetivos que nos propomos: vacinar principalmente os idosos”, disse.

 De acordo com o relatório do Ministério da Saúde, 58,3% dos vacinados correspondem a mulheres e 41,7% a homens.

O país latino-americano recebeu 4,1 milhões de vacinas, 316 mil da Pfizer e o restante da chinesa CoronaVac.  Em março, outras 190.000 doses da Pfizer e cerca de quatro milhões do imunizante chinês estão previstos para serem entregues.

A meta do governo é ter cinco milhões de pessoas vacinadas até o final de março e 80% da população chilena de 19 milhões até o final de junho.

Campanha de vacinação

O Chile, que ultrapassou 800.000 infectados e 20.000 mortes, iniciou a imunização de profissionais de saúde no final de dezembro.  Em 3 de fevereiro, lançou a vacinação em massa que começou com adultos maiores de 90 anos, membros do Poder Legislativo e Judiciário.

Atualmente, estão sendo vacinadas pessoas com 65 anos, retardatários e professores. O país também tem acordos para comprar vacinas dos laboratórios AstraZeneca/Oxford; Janssen (Johnson & Johnson), Cansino e receberá doses do consórcio Covax.

*com informações de La Republica

Aproveitando o ensejo….
Aqui na Fonte BR, trabalhamos muito para entregar para vocês informações de qualidade amparadas unicamente na realidade dos fatos. Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você?
Clique aqui e seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo.

Jornalista boliviana, periodista potiguar. Formada pela UFRN, já trabalhou com telejornalismo diário e rádio, e atualmente, busca por meio da escrita, contribuir por uma mídia brasileira que enxergue a América Latina além dos esteriótipos

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha a Fonte!

Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você? Seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo. 

X