Connect with us

América Latina

Partido vencedor do primeiro turno processa controladoria do Equador

A ação movida pela coalizão vencedora acusa ambas as instâncias de “intromissão em questões eleitorais”

Karla Burgoa

Published

on

A União pela Esperança (UNES), partido político de Andres Arauz, vencedor do primeiro turno das eleições equatorianas, anunciou neste domingo (21) o ajuizamento de uma ação contra a procuradora-geral Diana Salazar e o controlador Pablo Celi por “ingerência em questões eleitorais”.

O recurso foi interposto em dois autos distintos perante o Tribunal Contencioso Eleitoral, pelo procurador comum da UNES Santiago Díaz e pelo advogado Carlos Alvear, que compareceu à instância.

Segundo a coalizão progressista, ambas as autoridades violam o Código da Democracia (Lei Eleitoral) ao ordenar ações com o objetivo de suspender o segundo turno eleitoral marcado para 11 de abril.

No segundo turno, disputarão a presidência Andrés Arauz, desse movimento, e o candidato da aliança de centro-direita CREO-Partido Social Cristão, Guillermo Lasso.

A ação da UNES contra o procurador-geral da República baseia-se na vontade do governante de proceder a perícia informática do Conselho Nacional Eleitoral (CNE), para gerar laudo de atos com alegadas inconsistências na província de Guayas e conservar essa informação .

Ao mesmo tempo, o recurso contra Celi responde ao seu pedido ao CNE para aprovar uma resolução para uma auditoria informática, antes da realização da segunda volta das eleições em Abril próximo.

Segundo Díaz: “muitas competências acabam com a retirada das equipes e isso paralisaria o processo”, disse, acrescentando que existem mecanismos de controle para isso, mas é necessário aguardar e fazê-los após a votação.

*com informações de Telesur e Prensa Latina

Aproveitando o ensejo….
Aqui na Fonte BR, trabalhamos muito para entregar para vocês informações de qualidade amparadas unicamente na realidade dos fatos. Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você?
Clique aqui e seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo.

Jornalista boliviana, periodista potiguar. Formada pela UFRN, já trabalhou com telejornalismo diário e rádio, e atualmente, busca por meio da escrita, contribuir por uma mídia brasileira que enxergue a América Latina além dos esteriótipos

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha a Fonte!

Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você? Seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo. 

X