Connect with us

Oriente Médio

Covid-19: Palestina afirma que Israel concordou em entregar vacinas

Israel, no entanto, não confirma nenhum acordo

Ady Ferrer

Published

on

O ministro da Saúde da Palestina, Mai al-Kaila, anunciou que o governo de Israel concordou em vacinar 100 mil trabalhadores da saúde da palestina. O ministro se reuniu com Yuli-Yoel Edelstein, ministro da saúde de Israel, após acusações do país se negar a vacinar palestinos.

Segundo Mai al-Kaila, os dois países devem trabalhar juntos para evitar a propagação de novas variantes do sars-cov-2, vírus responsável pela covid-19. A Autoridade Palestina pediu a Israel que os veículos usados pelo Ministério da Saúde da Palestina possam transitar livremente.

Israel confirmou que a reunião aconteceu, mas não confirmou nenhum acordo. Na quinta, 18, o país liberou a volta de trabalhadores para a Palestina, a partir de domingo.

Israel está no seu terceiro lockdown desde 27 de dezembro, o que impedia o trânsito desses trabalhadores. O governo da Palestina estima que 30 mil trabalhadores palestinos estejam dormindo em Israel, mas reconhece que outros tantos fazem a travessia para a Palestina todos os dias de forma ilegal.

*com informações de Haaretz

Aproveitando o ensejo….
Aqui na Fonte BR, trabalhamos muito para entregar para vocês informações de qualidade amparadas unicamente na realidade dos fatos. Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você?
Clique aqui e seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo.

Jornalista formada pela UCPel-RS, especialista em Relações Internacionais pela UnB e pós-graduanda em Cinema e Audiovisual pela Belas Artes de São Paulo. Podcaster no MIDcast política, #AdyNews e SulCast.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha a Fonte!

Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você? Seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo. 

X