Connect with us

América Latina

Chile já vacinou mais de 1,5 milhão de pessoas contra covid-19 em uma semana

Pouco mais de 8,9% da população do país já recebeu a primeira dose do imunizante, tornando-se um líder em vacinação da América Latina. O país fechou contrato para a compra de 78 milhões de doses.

Karla Burgoa

Published

on

No Chile, 1.792.718 pessoas foram imunizadas contra o COVID-19, no âmbito da campanha de vacinação em massa contra Covid-19. Segundo dados do Departamento de Estatística e Informações em Saúde, até ás 17h da ultima sexta-feira (12), 208.876 pessoas foram imunizadas durante o dia da vacinação.

A campanha de imunização contra a Covid-10 começou no Chile no dia 24 de dezembro com os profissionais de saúde. No dia 3 de fevereiro começou o plano de vacinação massiva da população, seguindo um calendário de acordo com a idade e funções críticas do Estado. Na última semana, mais de 1,5 milhão de pessoas foram vacinadas.

Os idosos com mais de 73 anos que já participaram da campanha somam 748.417 pessoas. Quanto ao sexo, 59,9% dos imunizados correspondem a mulheres e 40,1% são homens.

A meta do governo é que a maior parte do grupo de maior risco, cerca de cinco milhões de pessoas, seja vacinada antes de abril, e outros 10 milhões sejam vacinados durante o primeiro semestre, de modo a completar 15 milhões de vacinados, entre os 19 milhões de habitantes de país, de acordo com os últimos dados oficiais.

A vacinação teve início no final de dezembro de 2020 com 50 mil doses aplicadas aos trabalhadores de unidades de pacientes críticos. Mas não foi até 3 de fevereiro que a fase de imunização em massa de pessoal de saúde, trabalhadores essenciais, pessoas com mais de 65 anos e pessoas com comorbidades começou. 

De acordo com o plano oficial, o cidadão pode saber com antecedência onde e quando receberá a primeira dose. Em seguida, as autoridades de saúde fornecem aos vacinados um recibo detalhando a data em que devem receber a segunda dose.

O Chile fechou contrato para a compra de 78 milhões de doses, suficientes para o dobro dos seus quase 19 milhões de habitantes – sendo 60 milhões da Sinovac, 10 milhões da Pfizer/BioNTech, 4 milhões da Astrazeneca e 4 milhões da Johnson&Johnson, segundo o Covid-19 Vaccine Market Dashboard, da Unicef. O banco de dados não conta doses da Covax, aliança coordenada pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

*com informações de Yo me Vacuno e Nodal

Aproveitando o ensejo….
Aqui na Fonte BR, trabalhamos muito para entregar para vocês informações de qualidade amparadas unicamente na realidade dos fatos. Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você?
Clique aqui e seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo.

Jornalista boliviana, periodista potiguar. Formada pela UFRN, já trabalhou com telejornalismo diário e rádio, e atualmente, busca por meio da escrita, contribuir por uma mídia brasileira que enxergue a América Latina além dos esteriótipos

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha a Fonte!

Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você? Seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo. 

X