Connect with us

América Latina

Denúncia: Equatorianos no exterior estão tendo dificuldade para votar

Eleições presidenciais estão sendo disputadas hoje no Equador, mas as urnas não chegaram em algumas cidades do exterior aptas para votação

Nathália Urban

Published

on

No dia das eleições presidenciais do Equador, várias pessoas aptas estão reportando dificuldade de votar no exterior. O próprio ex-presidente equatoriano Rafael Corrêa está em sua conta no Twitter apontando as irregularidades.

Corrêa, que reside atualmente na Bélgica, onde vive como asilado político, reportou abusos e irregularidades na Embaixada de Bruxelas, no local de votação. De acordo com o vídeo postado por ele os observadores dos partidos não estão sendo permitidos nos locais de votação “por questões de biossegurança”, as filas estão demasiadamente longas e pessoas estariam sendo desestimuladas a esperar para votar por conta da nevasca que está atingindo grande parte dos países europeus.

As urnas para as eleições equatorianas não chegaram a Berlim, Paris e a Amsterdam.

A campanha para as eleições do Equador foram consideradas extremamente polarizadas e complicadas. O governo repressivo de Lênin Moreno tentou de várias maneiras adiar as eleições, pois as pesquisas de boca de urna sempre mostraram a vitória de Andrés Arauz já no primeiro turno.

Aproveitando o ensejo….
Aqui na Fonte BR, trabalhamos muito para entregar para vocês informações de qualidade amparadas unicamente na realidade dos fatos. Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você?
Clique aqui e seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha a Fonte!

Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você? Seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo. 

X