Connect with us

Indígenas

Prefeitura de Belém inclui indígenas Warao na vacinação prioritária

A decisão foi divulgada após recomendação do Ministério Público Federal; o Pará abriga cerca de 900 indígenas Warao, em situação de refúgio no Brasil

Karibuxi

Published

on

A Prefeitura de Belém (PA), através da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) divulgou na terça-feira (2) a inclusão de indígenas da etnia Warao no calendário de vacinação prioritária do município. O início da vacinação começou ontem (3) no abrigo municipal, localizado no bairro do Tapanã. Originários da Venezuela, os Warao estão em situação de refúgio no Brasil, no Pará eles são cerca de 900 indígenas.

O MPF alertou para as críticas condições as quais as famílias se encontram, de maior vulnerabilidade ao vírus, por estarem sempre em grupos e compartilharem os mesmos utensílios. Além disso, uma nota técnica feita por profissionais de saúde da  Rede de Consórcios na Rua, vinculada à Sesma, constatou que a situação dos Warao é semelhante à das populações em situação de rua e carcerária, com alta exposição ao vírus, desnutrição, incidência de tuberculose e falta de proteção contra a Covid-19.

“Além de o plano estadual de vacinação prever a prioridade a indígenas e outros grupos vulneráveis, profissionais de saúde apontam que os riscos da covid-19 à vida dos Warao é intensificado pelas condições críticas da situação de refugiados, que aumentam a contaminação e os impactos da doença”, disse o procurador da República Felipe de Moura Palha.

O MPF também enviou a recomendação ao Governo do Pará, que ainda não foi respondida.

Aproveitando o ensejo….
Aqui na Fonte BR, trabalhamos muito para entregar para vocês informações de qualidade amparadas unicamente na realidade dos fatos. Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você?
Clique aqui e seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha a Fonte!

Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você? Seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo. 

X