Connect with us

América do norte

Grupos terroristas dos EUA têm usado mensagens de deputada eleita como instruções

Deputada Marjorie Taylor Greene é conhecida por espalhar teorias do QAnon

Ady Ferrer

Published

on

A deputada eleita pelo Partido Republicano Marjorie Taylor Greene teve mensagens encaminhadas para grupos do Proud Boys, no Telegram. Uma das mensagens fala sobre os conflitos internos no partido, motivados pelas narrativas de teorias de conspiração que o grupo trumpista acredita.

A mensagem foi encaminhada para grupos de Portland e Alaska. Marjorie diz que é endereçada à “ralé de esquerda radical” do partido Democrata e a mídia tradicional, ao qual chama de “fake news”. No meio da mensagem, ela começa a ameaçar “Republicanos covardes” e promete novas ações do MAGA.

“Eu sempre estarei com vocês, porque eu sei que vocês estarão comigo. Não desistam. Não percam a esperança. Mais esforços do MAGA estão a caminho” – finalizou

Deputada do QAnon

A deputada Marjorie Taylor Greene é conhecida por espalhar teorias do QAnon e com conteúdo antissemita. Ela está em seu primeiro mandato.

Na última semana, Greene esteve no centro das atenções após a CNN revisar sua página no Facebook e encontrar ligação com posts inflamando violência contra políticos do Partido Democrata. Em um dos comentários curtidos, havia uma ameaça para a Presidente da Casa dos Representantes, Nancy Pelosi: “uma bala na cabeça seria mais rápido do que removê-la”.

Um grupo de deputados do partido Democrata entraram com um pedido de suspensão de Greene do cargo.

*com informações de NBC News, [2]

Aproveitando o ensejo….
Aqui na Fonte BR, trabalhamos muito para entregar para vocês informações de qualidade amparadas unicamente na realidade dos fatos. Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você?
Clique aqui e seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo.

Jornalista formada pela UCPel-RS, especialista em Relações Internacionais pela UnB e pós-graduanda em Cinema e Audiovisual pela Belas Artes de São Paulo. Podcaster no MIDcast política, #AdyNews e SulCast.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha a Fonte!

Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você? Seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo. 

X