Connect with us

Indígenas

MPT resgata 25 indígenas de trabalho escravo em lavouras de soja no Mato Grosso do Sul

Os trabalhadores foram encontrados em condições degradantes, expostos à chuva e sem equipamentos de proteção contra a Covid

Karibuxi

Published

on

O Ministério Público do Trabalho de Mato Grosso do Sul (MPT-MS) realizou uma operação que libertou 25 indígenas que estavam em condições de trabalho escravo em lavouras de soja nos municípios de Sidrolândia e Campo Grande. A operação foi iniciada no dia 13 de janeiro e divulgada na última quinta-feira (28), Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo.

Foram resgatados 22 indígenas em Sidrolândia, que faziam limpeza de ervas daninhas nas lavouras. Os outros 3 indígenas foram resgatados em Campo Grande, onde estavam, debaixo de chuva, pegando pedras e raízes para limpeza de lavouras de soja. Segundo os agentes, os indígenas estavam em condições degradantes, sem acesso à alimentação, expostos à chuva, sem alojamento adequado, sem Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs) e sem registro em carteira.

Os trabalhadores irão receber R$ 3 mil em rescisões, e foram emitidas guias de seguro desemprego. O grupo também terá transporte para a Aldeia Bororó, localizada em Dourados, local onde viviam.

Aproveitando o ensejo….
Aqui na Fonte BR, trabalhamos muito para entregar para vocês informações de qualidade amparadas unicamente na realidade dos fatos. Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você?
Clique aqui e seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo.

Comunicadora indígena. Povos indígenas e direitos indígenas. Idealizadora do @ProIndigenas e co-idealizadora do boletim #IndígenasECovid19

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha a Fonte!

Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você? Seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo. 

X