Connect with us

África

Primeiro-ministro da República Democrática do Congo pede a própria renúncia após voto de censura no parlamento

Ilunga Ilunkamba, aliado do ex-presidente Joseph Kabila, foi constitucionalmente obrigado a renunciar depois que o Parlamento aprovou uma moção de censura na quarta-feira (27)

Cleber Lourenço

Published

on

O primeiro-ministro da República Democrática do Congo (RDC), Sylvestre Ilunga Ilunkamba renunciou, uma medida que permitirá ao presidente Felix Tshisekedi nomear seu próprio primeiro-ministro apoiado por uma nova maioria parlamentar.

Ele é um aliado próximo do ex-presidente Joseph Kabila, cujos partidários estão travando uma luta pelo poder com Tshisekedi desde que ele assumiu o cargo, há dois anos.

Ilunga, 73, foi nomeado por Tshisekedi em maio de 2019 sob um acordo de divisão de poder que ele e Kabila firmaram ao entregar a presidência – a primeira transição pacífica na história da RDC.

A decisão de Kabila de renunciar após 18 anos no cargo abriu caminho para as eleições em dezembro de 2018, vencidas por Tshisekedi, filho de um veterano líder da oposição.

Brigas no Parlamento

Mas, no mesmo dia da votação, uma forte maioria pró-Kabila emergiu na Assembleia Nacional, colocando dificuldades para que Tshisekedi pudesse governar.

Ele foi forçado a formar uma coalizão – um gigantesco governo com 65 ministros, dois terços dos quais eram da Frente Comum pró-Kabila para o Congo (FCC).

As tensões aumentaram rapidamente e irromperam abertamente no ano passado, quando Tshisekedi declarou que sua agenda de reformas estava sendo bloqueada.

Em 6 de dezembro, ele anunciou o fim da coalizão e disse que planejava buscar um novo governo apoiado pela Assembleia Nacional, uma medida que gerou brigas no Parlamento.

Na quarta-feira (27), uma moção de censura contra Ilunga e seu governo foi aprovada por 367 dos 377 membros do Parlamento presentes na legislatura de 500 cadeiras.

Aproveitando o ensejo….
Aqui na Fonte BR, trabalhamos muito para entregar para vocês informações de qualidade amparadas unicamente na realidade dos fatos. Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você?
Clique aqui e seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo.

Nada é mais importante para a democracia do que um eleitorado bem informado. Apaixonado por jornalismo e política. Textos publicados em: Revista Forum, Congresso em Foco e no UOL (pelo blog Entendendo Bolsonaro)

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha a Fonte!

Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você? Seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo. 

X