Connect with us

Europa

Neo-nazista é condenado na Alemanha por matar político pró-imigração

Walter Luebcke foi morto dentro de sua casa por sua política de apoio à imigrantes refugiados

Ady Ferrer

Published

on

O terrorista Stephan Ernst, de 47 anos, foi condenado à prisão perpétua por assassinar o político Walter Luebcke, membro do partido da Chanceler Angela Merkel, na Alemanha. Luebcke era ativista pró-imigração e era o líder do partido União Democrata-Cristã (CDU) na área de Kassel.

Segundo os procuradores, o político foi morto por sua política de ajuda à imigrantes. Ernst e Markus H., apontado como cúmplice, teriam ido à um evento na prefeitura da cidade, em 2015, onde Luebcke defendeu a política de aceitar centenas de milhares de refugiados no país.

Em junho de 2019, Walter Luebcke foi morto com um tiro na cabeça dentro de sua casa.

“O veredicto de hoje me encoraja e ao mesmo tempo nos lembra – nós não vamos deixar nosso país ser destruído por terroristas de direita e suas instigadores intelectuais” – disse o líder do CDU, Armin Laschet

Ernst já foi acusado anteriormente de esfaquear e ferir gravemente um refugiado iraquiano em 2016, mas foi liberado por falta de evidências. Ele é conhecido por ter ligação com redes neo-nazistas.

Markus H. foi condenado a 18 meses por violações no uso de arma de fogo. Ele teria dado instruções de tiro a Ernst.

*com informações de AP, BBC e The Independent

Jornalista formada pela UCPel-RS, especialista em Relações Internacionais pela UnB e pós-graduanda em Cinema e Audiovisual pela Belas Artes de São Paulo. Podcaster no MIDcast política, #AdyNews e SulCast.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha a Fonte!

Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você? Seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo. 

X