Connect with us

América do norte

Covid-19: Nova York não contou metade das mortes em casas de repouso

Investigação descobriu que casas de repouso falharam nas medidas sanitárias e o estado de Nova York deixou de contar mais de 50% das mortes por covid-19

Ady Ferrer

Published

on

A Procuradora-Geral do estado de Nova York, Letitia James, divulgou um boletim do inquérito que investiga as mortes em casas de repouso por covid-19. De acordo com o boletim, o Departamento de Saúde do estado deixou de contar mais de 50% das mortes ocorridas nesses lugares. A investigação revelou que as casas de repouso falharam ao cumprir as medidas sanitárias.

O inquérito investigou 20 casas de repouso cujas respostas à primeira onda foram consideradas preocupantes.

“Por mais que não possamos trazer de volta os indivíduos que perdemos para essa crise, esse inquérito procura oferecer transparência que o público merece e estimular o aumento de ação para proteger os residentes mais vulneráveis. Residentes e trabalhadores de casas de repouso merecem viver e trabalhar em ambientes seguros, e eu vou trabalhar duro para garantir esse direito básico durante esse tempo perigoso” – disse James

Segundo a investigação, casas de repouso tinham poucos equipamentos de proteção individual e testagem para covid-19. Além disso, houve falhas na comunicação com as famílias dos residentes.

Já sobre os dados de mortes pela doença nesses locais, a investigação apontou que muitos residentes morreram de covid-19 em hospitais após serem transferidos de suas casas de repouso – e esses dados não foram computados. Segundo James, o número real de mortes é 50% maior do que anunciado pelo governo do estado.

O relatório diz que recebeu muitas denuncias de casas de repouso que não cumpriram medidas sanitárias. Em uma delas, no norte do estado, residentes que testaram positivo conviveram com outros residentes por não ter uma unidade específica para infectados. Em outra, em Long Island, havia uma unidade específica, mas, mesmo assim, infectados conviviam com não-infectados.

O estado de Nova York tem 619 casas de repouso. Até novembro do ano passado, mais de 3 mil pessoas morreram em 280 das 401 privadas em todo o estado.

“Apesar das descobertas perturbadores e possivelmente ilegais, devido a mudanças recentes nas leis estaduais, ainda não é claro como essas instalações ou indivíduos podem ser responsabilizados se descoberto que faliram na proteção de residentes em seus cuidados”

*com informações de WIVB

Aproveitando o ensejo….
Aqui na Fonte BR, trabalhamos muito para entregar para vocês informações de qualidade amparadas unicamente na realidade dos fatos. Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você?
Clique aqui e seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo.

Jornalista formada pela UCPel-RS, especialista em Relações Internacionais pela UnB e pós-graduanda em Cinema e Audiovisual pela Belas Artes de São Paulo. Podcaster no MIDcast política, #AdyNews e SulCast.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha a Fonte!

Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você? Seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo. 

X