Connect with us

América Latina

Colômbia tem início de ano mais violento desde 2016, alerta Jurisdição Especial de Paz

Até agora, em janeiro, houve seis massacres no país, o assassinato de cinco ex-combatentes e 14 líderes sociais.

Karla Burgoa

Published

on

black rifle

A Jurisdição Especial de Paz (JEP) da Colômbia alertou nesta terça-feira (26) que o início de 2021 está sendo o mais violento desde  2016, ano que foram assinados os acordos de paz entre o Governo e as Forças Armadas Revolucionárias desmobilizadas do Exército Popular da Colômbia (FARC- EP).

No seu último relatório, a JEP assinala que as suas conclusões são “preocupantes”, visto que de 1 de Janeiro a 24 de Janeiro ocorreram seis massacres, cinco homicídios de guerrilheiros desmobilizados e sujeitos ao processo de paz, três perseguições e 14 homicídios cometidos contra líderes.

Por sua vez, a Procuradoria do JEP informou sobre 14 confrontos armados entre “estruturas criminosas” e outros sete entre grupos ilegais. “Durante o período em análise, também foi registrado um massacre a cada quatro dias”, explica o documento, deixando “18 vítimas, incluindo duas crianças”.

O JEP também destacou que a cada cinco dias é assassinado um ex-guerrilheiro das FARC, por isso é necessário que o Governo cumpra os acordos firmados em 2016 em Havana, já que muitos deles ainda têm compromissos na Justiça.

Embora o relatório indique que foram detectadas atividades de dissidentes das FARC-EP e de esquadrões paramilitares nos municípios onde foram cometidos estes homicídios, a presença deste tipo de estruturas armadas ilegais “não explica” por si só as razões pelas quais estes crimes ocorrem.

Por outro lado, a violência contra os líderes sociais também não cessa, de acordo com o relatório do JEP. Além dos assassinatos, um a cada 41 horas, continuam a crescer as ameaças e perseguições a pessoas que exercem funções de liderança em seus municípios, principalmente naqueles onde grupos armados ilegais disputam a renda do tráfico de drogas.

Com informações de Telesur.

Aproveitando o ensejo….
Aqui na Fonte BR, trabalhamos muito para entregar para vocês informações de qualidade amparadas unicamente na realidade dos fatos. Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você?
Clique aqui e seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo.

Jornalista boliviana, periodista potiguar. Formada pela UFRN, já trabalhou com telejornalismo diário e rádio, e atualmente, busca por meio da escrita, contribuir por uma mídia brasileira que enxergue a América Latina além dos esteriótipos

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha a Fonte!

Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você? Seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo. 

X