Connect with us

América Latina

Sistema de saúde do Chile à beira do colapso devido à Covid-19

De acordo com o Ministério da Saúde, existem apenas 192 leitos disponíveis em todo o país

Karla Burgoa

Published

on

O Chile, que vive uma segunda onda da pandemia em plena temporada de verão, registrou neste domingo (24) e pelo quarto dia consecutivo mais de 4.000 novas infecções por covid-19, enquanto os leitos críticos em nível nacional se aproximam da capacidade total.

O hospital Carlos Van Buren em Valparaíso, o hospital Gustavo Fricke em Viña del Mar – a 120 quilômetros de Santiago – e o hospital regional da cidade de Antofagasta registraram nas últimas horas uma ocupação total ou quase total (99%) de seus leitos de UTI e a ocupação era muito limitada em regiões como Tarapacá, ao norte, e Biobío, ao sul.

“Existem regiões que estão em situação de maior ocupação de leitos de terapia intensiva como Valparaíso, Antofagasta, Araucanía e a região de Los Lagos”, disse o ministro da Saúde do Chile, Enrique Paris. Lembrando que a autoridade sanitária está visitando essas duas últimas regiões localizadas a cerca de 700 e 900 quilômetros ao sul de Santiago em busca de soluções.

De acordo com o Ministério da Saúde, existem apenas 192 leitos disponíveis em todo o país para atendimento de pacientes em terapia intensiva, o que mostra a pressão que o sistema hospitalar sofre, principalmente em algumas regiões onde a ocupação de leitos já está no topo.

Ao avaliar a situação, o ministro da Saúde, Enrique Paris, disse que das 16 regiões do país no último dia, nove conseguiram reduzir o número de casos novos, mas outras seis aumentaram, enquanto em média esse indicador subiu 6%  nos últimos sete dias.

Nas últimas 24 horas, os laboratórios divulgaram os resultados de 55.229 testes de PCR, que refletiram uma positividade nacional de 7,37%, superior à reportada na parte de domingo.

*com informações de Prensa Latina e La Jornada

Aproveitando o ensejo….
Aqui na Fonte BR, trabalhamos muito para entregar para vocês informações de qualidade amparadas unicamente na realidade dos fatos. Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você?
Clique aqui e seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo.

Jornalista boliviana, periodista potiguar. Formada pela UFRN, já trabalhou com telejornalismo diário e rádio, e atualmente, busca por meio da escrita, contribuir por uma mídia brasileira que enxergue a América Latina além dos esteriótipos

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha a Fonte!

Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você? Seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo. 

X