Connect with us

América Latina

União Europeia volta atrás e pode voltar a reconhecer Juan Guaidó como presidente da Venezuela

Parlamentares da União Europeiam dizem que o bloco deve reconhecer a continuidade de Juan Guaidó como legítimo presidente interino da Venezuela.

Nathália Urban

Published

on

Numa resolução subscrita por 391 deputados (119 votaram contra e 177 abstiveram-se), o plenário sublinha que “não reconhece nem a legitimidade nem a legalidade da Assembleia Nacional constituída em 5 de janeiro de 2021”.

Esse anúncio se deu 15 dias depois da União Europeia ter decidido que não reconhecia mais Juan Guaidó como líder.

 Os eurodeputados pedem ao Conselho e aos Estados membros que “reconheçam a continuidade constitucional da legítima Assembleia Nacional da Venezuela eleita em 2015” – ou seja a última vez que Guaidó participou de eleições na Venezuela.

 Os mesmo eurodeputados que querem a volta do reconhecimento de Guaidó saúdam também a decisão do Conselho de alargar as sanções da UE a mais onze pessoas e incentivá-las a serem reforçadas e alargadas a mais posições.

Os eurodeputados também lamentam a falta de fundos internacionais canalizados para a Venezuela e pedem à comunidade internacional que honre os seus compromissos e desembolse os montantes comprometidos para fazer face à grave crise humanitária, em linha com o que foi acordado na conferência de doadores no dia 26 maio de 2020.

Aproveitando o ensejo….
Aqui na Fonte BR, trabalhamos muito para entregar para vocês informações de qualidade amparadas unicamente na realidade dos fatos. Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você?
Clique aqui e seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha a Fonte!

Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você? Seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo. 

X