Connect with us

América Latina

Haiti tem protestos pedindo renúncia do presidente

Mandato de Jovenel Moïse deveria terminar no início desse ano, mas presidente alega ter assumido somente em 2017 por problemas políticos

Ady Ferrer

Published

on

Milhares de pessoas tomaram as ruas de diversas cidades do Haiti, na última sexta-feira, 15, para protestar contra o presidente Jovenel Moïse. Houve confronto com a polícia e uma mulher levou um tiro no braço, mas passa bem. Outras dezenas de pessoas ficaram feridas por balas de borracha.

Líderes de oposição entraram em contato com a embaixada dos Estados Unidos na cidade de Tabarre pedindo para que Joe Biden auxilie o país e demande novas eleições parlamentares e presidenciais antes da data estabelecida, 19 de setembro de 2021.

Protestos aconteceram também em Miami e Nova York, nos Estados Unidos, e em Quebec, no Canadá.

Protestos em Nova York, no dia 15 de janeiro
Foto: Kim Ives/Haïti-Liberté

Jovenel Moïse assumiu em 2016 após ganhar a eleição presidencial com 52% dos votos. No Haiti, o mandato de um presidente dura 5 anos, portanto ele deveria sair no dia 7 de fevereiro de 2021. No entanto, Moïse diz que, por questões políticas, só pode assumir o cargo em 2017.

A onda de protestos começou em outubro do ano passado. Ontem, a ONU alertou para a possibilidade da escalada da violência política no país. A organização lembra que os protestos de 2018 e 2019 começaram pacíficos e se tornaram violentos rapidamente. Na época, a população tomou as ruas em resposta ao aumento no preço da gasolina. O governo chegou a bloquear estradas que davam acesso a hospitais e atacou unidades de saúde. Pelo menos 133 pessoas morreram e mais de 550 ficaram feridas nos 14 meses de conflito nas ruas.

Jornalista formada pela UCPel-RS, especialista em Relações Internacionais pela UnB e pós-graduanda em Cinema e Audiovisual pela Belas Artes de São Paulo. Podcaster no MIDcast política, #AdyNews e SulCast.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha a Fonte!

Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você? Seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo. 

X