Connect with us

África

Rebeldes mataram dois soldados da missão de paz na República Centro-Africana

O ataque ocorreu horas depois que o tribunal superior do país confirmou a reeleição do presidente Faustin Archange Touadera em uma votação em dezembro marcada pela alta abstenção.

Cleber Lourenço

Published

on

soldier near concrete pillars holding semi automatic gun with scope

Rebeldes mataram dois soldados da paz missão de paz da ONU na República Centro-Africana na ultima segunda-feira(18), segundo a missão da ONU no país.

O ataque ocorreu horas depois que o tribunal superior do país confirmou a reeleição do presidente Faustin Archange Touadera em uma votação em dezembro marcada pela alta abstenção.

Ambos foram mortos em uma emboscada perto da cidade de Bangassou, no sul, uma cidade que segundo a ONU, havia sido retomada pelas forças de paz da organização no ultimo final de semana.

O ataque foi organizado por uma coalizão de milicias do país que que também tentou um golpe militar no país no ano passado.

O enviado especial da ONU ao CAR, Mankeur Ndiaye, disse que a MINUSCA pagou um “alto preço”, mas permaneceu comprometida em “cumprir seu objetivo de proteger civis e garantir as eleições”.

Na última quarta-feira (13), os rebeldes montaram seu ataque mais próximo a Bangui, atacando perto dos arredores da cidade antes de serem repelidos com a perda de um pacificador.

Eles foram frustrados pelo governo e pelas forças da ONU, bem como por paramilitares russos e tropas ruandesas sob pactos de segurança bilaterais.

Com informações de Today NG.

Aproveitando o ensejo….
Aqui na Fonte BR, trabalhamos muito para entregar para vocês informações de qualidade amparadas unicamente na realidade dos fatos. Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você?
Clique aqui e seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo.

Nada é mais importante para a democracia do que um eleitorado bem informado. Apaixonado por jornalismo e política. Textos publicados em: Revista Forum, Congresso em Foco e no UOL (pelo blog Entendendo Bolsonaro)

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha a Fonte!

Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você? Seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo. 

X