Connect with us

América Latina

Colômbia: Três líderes sociais foram assassinados na última sexta-feira

Córdoba, Antioquia e Cauca foram palco de três atos de violência que ocasionou na morte a
de três lideranças sociais na Colômbia, o que soma 10 ativistas mortos nos primeiros 15 dias de 2021.

Karla Burgoa

Published

on

No forte contexto da violência contra líderes sociais, a Colômbia, na última sexta-feira (15) registrou que pelo menos três líderes sociais foram assassinados em diferentes partes do território do país sul-americano, o que somaria 10 ativistas mortos nos primeiros 15 dias de 2021.

Pela manhã, a Polícia do departamento de Córdoba, no norte do país, informou que dois pistoleiros entraram em um restaurante no município de La Apartada e mataram o líder cultural e comunitário de Palenque, Fredman Herazo Padilla, de 43 anos, que também foi um defensor dos direitos da comunidade afro e era mestre em Educação e Lingüística.

As comunidades de Palenque, primeiro povoado livre da América, localizado no município de Mahates, no departamento de Córdoba, esperam por justiça:

“Fregman Arturo apresentava o Palenque Drum Festival há mais de 15 anos, era um defensor da língua palenquera e dos direitos das comunidades afro, exigimos justiça, Palenque é um povo de paz”, disse Víctor Simancas, dirigente palenquero, especialista em gastronomia.

O segundo caso foi registrado também na sexta-feira (15) na Argélia, no sul de Cauca, onde pistoleiros mataram o líder Fermiliano Meneses Hoyos, vereador do município.

“Seu assassinato ocorreu na aldeia de El Plateado quando ele atendia a uma chamada de emergência após uma denúncia de confrontos. Ele viajou para a aldeia de El Piche onde foi sequestrado e posteriormente assassinado por um grupo armado que está presente na área ”, explicou a Organização.

Testemunhas afirmam que ele foi forçado a entrar em um caminhão e, horas depois, seu corpo sem vida foi encontrado na beira da estrada. Eles também afirmam que não foram capazes de recuperar o corpo.

O vereador do partido liberal foi reconhecido em seu município por liderar diversos processos sociais, principalmente em defesa do território e contra a fumigação com glifosato.

“Há muitos camponeses que querem apostar na substituição de cultivos ilícitos, mas assim pedimos ao Governo Nacional que em vez de nos mandar o glifosato na fumigação aérea, nos mande ajuda, nos mande técnicos para melhorar as nossas machambas”, o vereador em um vídeo que ele postou semanas atrás em suas redes sociais.

A Indepaz, ONG formada por pessoas que construíram relações de colaboração na atividade permanente pela paz na Colômbia, indicou que, com o assassinato deste líder político, já são 9 líderes e defensores dos direitos humanos assassinados durante o ano de 2021 na Colômbia.

Aproveitando o ensejo….
Aqui na Fonte BR, trabalhamos muito para entregar para vocês informações de qualidade amparadas unicamente na realidade dos fatos. Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você?
Clique aqui e seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo.

Jornalista boliviana, periodista potiguar. Formada pela UFRN, já trabalhou com telejornalismo diário e rádio, e atualmente, busca por meio da escrita, contribuir por uma mídia brasileira que enxergue a América Latina além dos esteriótipos

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha a Fonte!

Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você? Seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo. 

X