Connect with us

América Latina

Venezuela prestará assistência médica ao estado do Amazonas

A chegada da brigada Simón Bolívar faz parte da assistência humanitária que a Venezuela coordenou para socorrer Manaus, cidade que passa por uma das mais graves crises para cuidar de pacientes com Covid-19, ao saber que ficou sem oxigênio medicinal.

Karla Burgoa

Published

on

Um grupo de 107 médicos, formados pela Escola Latino-Americana de Medicina de Caracas, colocou-se à disposição de Wilson Lima, o governador do estado do Amazonas,, anunciou o chanceler Jorge Arreaza neste sábado (16).

A chegada da brigada Simón Bolívar faz parte da assistência humanitária que a Venezuela coordenou para socorrer Manaus, cidade que passa por uma das mais graves crises para cuidar de pacientes com Covid-19, ao saber que ficou sem oxigênio medicinal.

Em sua conta no Twitter, o chefe da diplomacia venezuelana afirmou: “Ontem dei a boa notícia ao Governador do estado do Amazonas, que hoje saem da fábrica do SIDOR os primeiros caminhões de cilindro com milhares de litros de oxigênio. Puerto Ordaz, em direção a Manaus “.

Manaus, capital do estado do Amazonas, é o epicentro da segunda onda de coronavírus no Brasil e as infecções aumentaram exponencialmente, aparentemente devido ao surgimento de uma nova cepa da doença.

Por falta de tubos de oxigênio, nesta quinta-feira (15)  mais de 750 pacientes foram transferidos para outros estados em aviões militares e o governador teve que declarar toque de recolher diário de 11 horas em toda a cidade.

Arreaza informou que o presidente Nicolás Maduro ordenou que ele se comunicasse com as autoridades de Manaus, a maior cidade da Amazônia brasileira, para disponibilizar o oxigênio necessário em face do colapso do hospital devido ao coronavírus.

Diante desse gesto de solidariedade ao povo brasileiro, o governador Lima agradeceu ao Governo Bolivariano por ter ajudado no combate à Covid-19 pelas redes sociais “O povo do Amazonas agradece!”.

Aproveitando o ensejo….
Aqui na Fonte BR, trabalhamos muito para entregar para vocês informações de qualidade amparadas unicamente na realidade dos fatos. Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você?
Clique aqui e seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo.

Jornalista boliviana, periodista potiguar. Formada pela UFRN, já trabalhou com telejornalismo diário e rádio, e atualmente, busca por meio da escrita, contribuir por uma mídia brasileira que enxergue a América Latina além dos esteriótipos

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha a Fonte!

Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você? Seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo. 

X