Connect with us

América Latina

Enquanto o Brasil segue perdido: Argentina já aplicou mais de 200 mil vacinas contra covid-19

O país iniciou vacinação no dia 29 de dezembro e os primeiros a serem imunizados foram os profissionais de saúde

Karla Burgoa

Published

on

A Argentina vacinou até esta sexta-feira (15) um total de 200.759 doses da vacina covid-19 adquirida da Rússia, Sputnik V, números que correspondem às 24 jurisdições do país sul-americano, segundo fontes oficiais. O país foi o primeiro no continente americano a aplicar a vacina russa.

Em sua fala durante a manhã de relato dos casos de coronavírus, a secretária de Acesso à Saúde, Carla Vizzoti, lembrou que essa primeira etapa da vacinação, que começou no final de dezembro, consiste em um total de 300 mil doses destinadas aos funcionários do saúde entre 18 e 59 anos.

Esse pessoal é aquele que atua em unidades de terapia intensiva e em laboratórios que manipulam vírus em grandes conglomerados urbanos, em uma oferta de vacinas que será estendida à população-alvo “dependendo do cumprimento da meta”.

Nesse sentido, nesta mesma sexta-feira um avião da Aerolineas Argentinas, a companhia de bandeira do país do sul, chegará a Moscou, de Buenos Aires para coletar as outras 300.000 doses correspondentes ao segundo componente das vacinas, para que aqueles que já receberam o primeiro tiro podem receber o segundo.

Assim que o voo retornar neste sábado ao aeroporto de Buenos Aires Ezeiza, as autoridades argentinas vão distribuir essas 300 mil novas doses “para aqueles que iniciaram seu esquema para completá-lo em tempo hábil”, segundo a Secretaria de Acesso à Saúde.

“A distribuição começará em coordenação com as jurisdições e continuaremos trabalhando para que nosso país continue a ter doses e possamos continuar vacinando aqueles que estão em maior risco de complicações e morte. Enquanto isso, é fundamental que continuemos nos cuidando para minimizar transmissão “, enfatizou Vizzotti.

Ontem, o país sul-americano ultrapassou 45 mil mortes por coronavírus, depois que o Ministério da Saúde registrou 142 novos óbitos, o que elevou o total de óbitos para 45.125.

Aproveitando o ensejo….
Aqui na Fonte BR, trabalhamos muito para entregar para vocês informações de qualidade amparadas unicamente na realidade dos fatos. Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você?
Clique aqui e seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo.

Jornalista boliviana, periodista potiguar. Formada pela UFRN, já trabalhou com telejornalismo diário e rádio, e atualmente, busca por meio da escrita, contribuir por uma mídia brasileira que enxergue a América Latina além dos esteriótipos

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha a Fonte!

Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você? Seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo. 

X