Connect with us

América Latina

Equador detecta nova variante de coronavírus em quatro pacientes

Na manhã desta terça-feira, (12) o Instituto de Microbiologia da Universidade São Francisco de Quito (USFQ), informou sobre mais três pessoas infectadas com a nova variante do COVID-19.

Karla Burgoa

Published

on

scientists in laboratory

“Sequenciamos amostras de pessoas em contato com o paciente de Los Ríos, que veio do Reino Unido e confirmou que mais três pessoas também têm a ‘variante b.1.1.7’”, relatou o Instituto de Microbiologia.

Confirma-se que foram estudadas as amostras de PCR positivas (testes com swab nasofaríngeo) de seis familiares, que estavam em contato com o homem de 50 anos, o primeiro caso da nova variante no Equador, dos quais mais três casos concluídos com a nova variante estirpe do vírus.

Na segunda-feira, o ministro da Saúde, Juan Carlos Zevallos, confirmou que o paciente suspeito de ter se infectado com a nova cepa na Europa, foi submetido a exames e, o homem de 50 anos testou positivo.

O paciente que está internado na província de Los Ríos, continua sob vigilância médica, devido ao alto grau de contágio desta cepa (70% mais contagiosa que a cepa comum).

O cidadão chegou ao país em 12 de dezembro de 2020, com teste PCR negativo, segundo o ministro Juan Carlos Zevallos.Desde sua chegada e antes de ser detectado, o paciente teve contato com 14 pessoas de seu círculo mais próximo.

No momento, outras cinco cercas epidemiológicas foram formadas, nas quais mais de 2.500 pessoas são monitoradas.

A Universidade San Francisco de Quito sequenciou mais de 100 amostras de vírus nas 24 províncias do Equador; até antes desse caso, eles não haviam encontrado essa variante.

“Provavelmente, as pessoas com as quais o primeiro caso entrou em contato, que desenvolvem sintomas de covid-19, têm a mesma variante. Estudos epidemiológicos preliminares dizem que essa variante é 70% mais contagiosa”, explicou o Dr. Cárdenas

Aproveitando o ensejo….
Aqui na Fonte BR, trabalhamos muito para entregar para vocês informações de qualidade amparadas unicamente na realidade dos fatos. Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você?
Clique aqui e seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo.

Jornalista boliviana, periodista potiguar. Formada pela UFRN, já trabalhou com telejornalismo diário e rádio, e atualmente, busca por meio da escrita, contribuir por uma mídia brasileira que enxergue a América Latina além dos esteriótipos

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha a Fonte!

Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você? Seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo. 

X