Connect with us

Europa

Em meio a pandemia, a Itália enfrenta uma séria crise política

O ex-primeiro-ministro Matteo Renzi, líder do partido centrista Italia Viva, criticou duramente o governo por seus planos de como investir os fundos da UE

Nathália Urban

Published

on

flag italy

A Itália corre o risco de enfrentar uma crise governamental séria em meio a pandemia, já que uma importante reunião do Gabinete do Governo poderia expor uma divisão irrevogável dentro da coalizão que compõe o governo.

O Gabinete se reúne na próxima terça-feira para aprovar o plano de recuperação econômica da Itália, que inclui gastos de mais de € 200 bilhões em empréstimos e subsídios destinados pela União Europeia para ajudar os países duramente atingidos pela pandemia.

O ex-primeiro-ministro Matteo Renzi, líder do partido centrista Italia Viva, criticou duramente o governo por seus planos de como investir os fundos da UE, ameaçando retirar seus dois ministros do governo, o que desencadearia uma crise de permanência deste governo, já que o primeiro-ministro Giuseppe Conte não tem uma maioria parlamentar ativa sem o apoio do Italia Viva.

Se isso chegar a acontecer, Conte provavelmente ofereceria sua renúncia ao presidente Sergio Mattarella e, em seguida, obteria um mandato para ver se ele conseguiria votos suficientes no Parlamento para formar um novo governo.

O primeiro-ministro também pode tentar ir direto ao Parlamento e enfrentar um voto de confiança, uma opção arriscada que excluiria um novo mandato para ele em caso de fracasso.

Se Conte não conseguir obter uma maioria alternativa, Mattarella manterá negociações com outras partes para encontrar uma solução política.

À luz da atual crise econômica e de saúde, o presidente provavelmente dará aos líderes partidários apenas alguns dias para chegar a um acordo.

Se nenhum acordo for alcançado, Mattarella será forçado a dissolver o Parlamento e convocar eleições antecipadas.

Esse resultado, no entanto, é muito improvável, já que ambos os principais parceiros do atual governo – o Movimento Cinco Estrelas e o Partido Democrata – sabem que as primeiras pesquisas podem levar à vitória da oposição de centro-direita liderada pelo partido Lega Nord de Matteo Salvini.

Renzi também sabe que seu partido – que oscila abaixo de 3% nas últimas pesquisas – provavelmente estaria em risco de sobrevivência em caso de novas eleições.

Aproveitando o ensejo….
Aqui na Fonte BR, trabalhamos muito para entregar para vocês informações de qualidade amparadas unicamente na realidade dos fatos. Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você?
Clique aqui e seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha a Fonte!

Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você? Seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo. 

X