Connect with us

América do norte

Iraque processa Estados Unidos por uso de munição tóxica em áreas civis

Depois de repetidas acusações dos EUA sobre um suposto uso de armas químicas por parte da Síria, temos a acusação do Iraque de que os EUA usaram munição tóxica/radioativa contra civis em localidades não-militares.

Ady Ferrer

Published

on

O Comitê de Assuntos Internacionais do parlamento do Iraque protocolou um processo contra os Estados Unidos em uma corte de Estocolmo, capitão da Suécia, por ataques com bombas de urânio. Os ataques foram realizados a partir da década de 1990.

O país também pede que os Estados Unidos paguem pelos gastos em reconstrução da antiga usina nuclear iraquiana destruída três ataques norte-americanos: em 1991, 1999 e 2003. Gastos com a defesa de áreas civis como armaduras e bombas também foram incluídos no processo.

“Centenas de casos de câncer são registrados todos os meses e é uma clara evidência do tamanho do dano que as forças dos Estados Unidos têm causado” – disse o conselheiro legal do parlamento iraquiano, Hatif al-Rikabi

O governo do Iraque afirma que os casos de câncer de 40 a cada 100 mil pessoas, para 800 em 1995 e 1.600 em 2005. Outros problemas de saúde também estão relacionados aos ataques como derrames, doenças no fígado, pulmões e rins, abortos, nascimentos prematuros e deformidades congênitas. O solo do país também foi contaminado.

A ONU estima que os Estados Unidos usaram pelo menos 2.320 toneladas de DU, um tipo de munição ilegal que utiliza urânio e é extremamente tóxico.

Acusações sobre a Síria

Na história recente, os Estados Unidos foram incisivos na acusação de que a Síria havia utilizado armas químicas contra a sua própria população.

Documentos obtidos pelo jornalista Aaron Maté e pelo portal, The Grayzone mostram que os executivos da Organização para a Proibição de Armas Químicas (em inglês, OPCW) criticaram em particular a manipulação de uma uma investigação de armas químicas da Síria e apoiaram um inspetor veterano que foi vítima de criticas e perseguições ao questionar um suposto ataque químico ocorrido em Douma em 7 de abril de 2018.

Depois de repetidas acusações dos EUA sobre um suposto uso de armas químicas por parte da Síria, temos a acusação do Irã de que os EUA usaram munição tóxica/radioativa contra civis em localidades não-militares.

Aproveitando o ensejo….
Aqui na Fonte BR, trabalhamos muito para entregar para vocês informações de qualidade amparadas unicamente na realidade dos fatos. Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você?
Clique aqui e seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo.

Jornalista formada pela UCPel-RS, especialista em Relações Internacionais pela UnB e pós-graduanda em Cinema e Audiovisual pela Belas Artes de São Paulo. Podcaster no MIDcast política, #AdyNews e SulCast.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha a Fonte!

Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você? Seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo. 

X