Connect with us

América do norte

Entenda a tentativa de golpe nos EUA

Milícia armada de Donald Trump invade Capitólio e tenta impedir congressistas e senadores de certificarem a eleição de Joe Biden para a presidência

Ady Ferrer

Published

on

Já relatamos aqui a preocupação com os últimos dias de Donald Trump na Casa Branca, principalmente com a certificação das eleições presidenciais, no dia 6 de janeiro. Desde ontem à noite, a polícia e o grupo de terroristas Proud Boys já entravam em confronto pelas ruas de Washington, D.C. – como previsto, a prisão do líder Enrique Tarrio acirrou ainda mais os ânimos e fez os extremistas se revoltaram contra quem antes defendiam.

Antes do amanhecer, trumpistas já se reuniam na frente da Casa Branca para esperar o pronunciamento de Donald Trump.

Enquanto isso, no estado da Georgia, as disputas para as duas últimas vagas no Senado foram vencidas por democratas: Jon Ossoff e Raphael Warnock. Assim, o partido Democrata tem a presidência da República e da Casa dos Representantes e também a maioria no Senado.

Uma hora antes dos membros do Senado e da Casa dos Representantes se reunirem, Donald Trump subiu ao palco e prometeu mostrar todas as provas de fraude nas eleições presidenciais de 2020. Ao final do discurso, no entanto, nenhuma prova foi apresentada. O presidente apenas listou seus argumentos. Entre eles, de que há votos computados de pessoas mortas ou que não residem no estado.

“Não é questão de política doméstica, é de segurança nacional” – disse

E com essas palavras, Donald Trump encerrou o discurso que incitou seus apoiadores a marcharem em direção ao Capitólio, onde os congressistas e os senadores estavam começando a debater a certificação. O ainda presidente disse em seu discurso que iria até o local, mas acompanhou todos os ataques pela televisão da Casa Branca.

Apoiadora de Donald Trump diz que hitler estava certo

A partir daí, o que o mundo viu foi uma tentativa clara de golpe incitada por Trump, mas organizado por uma milícia armada de supremacistas brancos e um despreparo da polícia. Quando a massa de pessoas seguiu em direção a escadaria do Capitólio, a polícia não conseguiu pará-los e o local foi invadido. Em algumas imagens, policiais parecem abrir as barreiras para os manifestantes.

Em outras, polícia tira selfies com os criminosos:

No entanto, a polícia de Washington diz que os terroristas usaram irritantes químicos contra os policiais e também estavam em menor número.

Entre os extremistas conhecidos que participaram do ataque, estava Jake Angeli, conhecido por suas fantasias ridículas em manifestações do QAnon, e integrantes do grupo fascista NSC 131. O canal Angry Viking transmitiu a invasão ao vivo.

Ao mesmo tempo, dois prédios do Capitólio foram evacuados por ameaça de bomba. Ao fim da invasão, o FBI encontrou dois explosivos caseiros, que foram detonados de forma segura, mas outros pacotes ainda estão em investigação.

Dentro do Capitólio, a angústia foi grande. Em um primeiro momento, congressistas evacuaram apenas o plenário, mas à medida que os terroristas adentravam o local, eles foram levados a um local seguro. Os votos foram levados para um lugar seguro.

Ao tentarem invadir o plenário, um policial atirou em uma manifestante no peito. Ela foi socorrida e levada para um hospital, mas faleceu horas depois. A tentativa de impedir a entrada dos extremistas não foi bem sucedida e alguns chegaram a sentar na cadeira da presidente da Casa dos Representantes.

O vice-presidente Mike Pence e a presidente da Casa, Nancy Pelosi, foram evacuados às pressas. Todos os gabinetes foram invadidos, inclusive o de Pelosi. A Guarda Nacional de Washington foi chamada, mas, em um primeiro momento, o pedido foi negado. Por isso, o estado vizinho, Virgínia, enviou a sua Guarda. Horas depois, Pence emitiu ordem para liberar a Guarda Nacional.

A crise com Mike Pence se intensificou durante o dia, quando Donald Trump disse em um tweet que o problema estava que o vice-presidente não foi corajoso para contestar os votos. A invasão se deu logo no início da reunião, quando trumpistas estavam entrando com um pedido de objeção. Pence pediu no Twitter para que as pessoas voltem para as suas casas e logo depois deu unfollow em Trump.

O presidente eleito Joe Biden fez um pronunciamento durante à tarde pedindo união e responsabilizou Donald Trump. Ele pediu que ainda presidente vá em rede nacional e peça o fim do que chamou de circo.

“A certificação deveria ser um ritual sagrado que reafirma a majestade da democracia americana” – disse Joe Biden

Mais tarde, depois de muita pressão, Donald Trump gravou um vídeo nos jardins da Casa Branca pedindo para que as pessoas voltem para casa, mesmo sabendo que a eleição foi fraudada. O Facebook e o Instagram deletaram o vídeo. O Twitter, além de deletar o vídeo, começou a restringir as interações com a conta de Trump, passou a deletar tweets que incitavam seus apoiadores à violência e bloqueou a conta por 12 horas. O último nós registramos aqui:

“Essas são as coisas e eventos que acontecem quando uma vitória sagrada e massiva é roubada tão sem cerimônia e de forma viciosa de patriotas que foram tratados mal e injustamente por tanto tempo. Vão para casa com amor e em paz. Lembrem-se desse dia para sempre!”

Enquanto isso, do lado de fora, os extremistas começaram a atacar a imprensa. Os equipamentos foram vandalizados e roubados. A ideia era colocar fogo.

Os Antifascistas não ficaram quietos e entraram em confronto com os terroristas de ultra-direita na frente do Capitólio e em outras cidades do país, como Los Angeles.

Os planos dos terroristas era passar a noite inteira dentro do Capitólio, mas a polícia conseguiu expulsá-los e dispersar as pessoas na rua com bomba de gás.

Ao menos 13 pessoas foram presas e 5 armas de fogo foram apreendidas. Por causa da confusão, a prefeita de Washington, Muriel Bowser, decretou toque de recolher às 18h até às 6 da manhã. Bloqueadores de celular também foram acionados.

Politicamente, os congressistas começaram a agir assim que se encontraram seguros. A deputada Cori Bush, do partido Democratas, apresentou uma resolução para expulsar do Congresso os que pregam que houve fraude eleitoral. Ilhan Omar diz já estar protocolando um pedido de impeachment e grupo de congressistas republicanos deve apresentar também.

A presidente da Casa dos Representantes, Nancy Pelosi, confirmou que a reunião de certificação vai continuar durante a noite.

Agora à noite, o Capitólio voltou a entrar em confinamento por ameaça ainda desconhecida. E a polícia confirmou que um homem foi esfaqueado em frente à Trump Tower.

Aproveitando o ensejo….
Aqui na Fonte BR, trabalhamos muito para entregar para vocês informações de qualidade amparadas unicamente na realidade dos fatos. Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você?
Clique aqui e seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo.

Jornalista formada pela UCPel-RS, especialista em Relações Internacionais pela UnB e pós-graduanda em Cinema e Audiovisual pela Belas Artes de São Paulo. Podcaster no MIDcast política, #AdyNews e SulCast.

Escolha a Fonte!

Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você? Seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo. 

X