Connect with us

Brasil

Pela quarentena eleitoral para acabar com a farra de juízes-sorveteiros e membros do MP

Alfredo Gaspar, Selma Arruda, Odilon, Wilson Witzel e Sergio Moro. Vocês ainda acham que não precisamos barrar a politização do processo penal e do sistema acusatório? Por: @Ocolunista_

Cleber Lourenço

Published

on

small judge gavel placed on table near folders

Lembro da vaza jato que revelou a ambição do procurador Deltan Dallagnol de concorrer ao senado e de lançar um candidato por estado.

Em fevereiro de 2020, o então promotor de justiça Alfredo Gaspar criou uma conta na rede social Twitter. Em março, entregou a chefia e pediu exoneração do MP-AL, sem dizer o motivo de sua saída. E por fim, em outubro, começou sua campanha eleitoral para a prefeitura de Maceió.

E o que falar da ex-magistrada Selma Arruda, que teve o seu mandato como senadora cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), acusada de cometer abuso de poder econômico e arrecadação ilícita de recursos?

Ainda temos os juízes Odilon e Wilson Witzel que em 2018 deitaram rolaram em seus históricos com a toga durante o pleito de 2018.

Isso porque nem cheguei no ex-juiz e ex-ministro Sergio Moro!

Vocês ainda acham que não precisamos barrar a politização do processo penal e do sistema acusatório que em alguns casos ocorrem através de violações?

Juíza sorveteira

Vivemos tempos absurdos. Tempos onde uma juíza usa as redes sociais para ensinar como burlar a legislação, promover teorias conspiratórias das mais amalucadas e fazer militância política velada, o nome da magistrada? Ludmila Lins Grilo

Seu vídeo, onde ensina a tomar sorvete para não ter que usar máscara de proteção contra o coronavírus em um shopping, foi imitação de um outro vídeo, feito pela atriz Luana Piovani – que dias depois foi diagnosticada com covid-19 -.

Além da falta de originalidade para delinquir, ainda há a gritante falta de decoro da juíza que em tom jocoso rebate os críticos. Somadas à desfaçatez e o viés ideológico, fica claro: ela está criando uma marca, cativando um eleitorado.

A presença da juíza nos canais de comunicação alinhados à extrema direita como Terça Livre, Senso Incomum e Leda Nagle é recorrente, Grilo é inclusive colunista no blog bolsonarista Senso Incomum.

A flagrante indisciplina da juíza é característica de alguém que não vai se a balar se a punição do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) vier através de uma aposentadoria compulsória (onde o magistrado pode manter ganhos proporcionais).

A impressão que passa é de que realmente quer uma para viver na mamata e ainda virar política.

O CNJ precisa mostrar que está no comando e dar um basta para as atividades da magistrada, sem aposentadoria e se possível, impondo uma quarentena eleitoral. Hoje, casos de aposentadoria compulsória já são acompanhados de oito anos de quarentena para juízes e promotores.

O CNJ não estará fazendo nenhuma feitiçaria ou malabarismo para punir a juíza-delinquente – direto do dicionário: “que ou o que delínque, contrariando a lei ou a moral; criminoso, infrator”- .

Em julho do ano passado, tanto Dias Toffoli, do STF, quanto Rodrigo Maia, presidente da Câmara, defenderam um período de oito anos de quarentena para membros do Ministério Público e juízes.

Quarentena que, na minha opinião, deveria ser estendida não só para os cargos eletivos, mas para qualquer cargo de indicação política.

Segundo a nossa Constituição, o exercício dessas funções (MP e magistrados) não é vinculado a governos justamente para que não seja permitida vinculação ou uso político do cargo pelo ocupante, ou por terceiros.

O Brasil da democracia precisa coibir o uso de cargos públicos como palanque. Isto é, se deseja ser uma democracia sólida e respeitada.

Aproveitando o ensejo….
Aqui na Fonte BR, trabalhamos muito para entregar para vocês informações de qualidade amparadas unicamente na realidade dos fatos. Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você?
Clique aqui e seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo.

Nada é mais importante para a democracia do que um eleitorado bem informado. Apaixonado por jornalismo e política. Textos publicados em: Revista Forum, Congresso em Foco e no UOL (pelo blog Entendendo Bolsonaro)

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha a Fonte!

Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você? Seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo. 

X