Connect with us

América do norte

Relator da ONU pede que Trump perdoe Julian Assange

A justiça britânica deve decidir em 4 de janeiro se Assange deve ou não ser extraditado para os EUA

Nathália Urban

Published

on

Nils Melzer, Relator Especial sobre tortura e outros tratamentos ou penas cruéis, desumanos ou degradantes da Organização das Nações Unidas, publicou hoje uma carta aberta ao presidente dos EUA, Donald Trump, pedindo-lhe que perdoe o fundador do Wikileaks, Julian Assange, que está detido na prisão de segurança máxima de Belmarsh desde sua prisão pelas autoridades britânicas na Embaixada do Equador em Londres em abril de 2019.

A justiça britânica deve decidir em 4 de janeiro se Assange deve ou não ser extraditado para os EUA para enfrentar um processo criminal e, se condenado, pode pegar até 175 anos de prisão pela publicação de documentos secretos por meio da plataforma de denúncias WikiLeaks em 2010. 

Aproveitando o ensejo….
Aqui na Fonte BR, trabalhamos muito para entregar para vocês informações de qualidade amparadas unicamente na realidade dos fatos. Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você?
Clique aqui e seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha a Fonte!

Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você? Seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo. 

X