Connect with us

América Latina

No Peru, trabalhadores agrícolas retomam protestos contra o agronegócio

Com os bloqueios de estradas, os trabalhadores rurais buscam chamar atenção do parlamento para suas reivindicações.

Karla Burgoa

Published

on

Trabalhadores de empresas agroexportadoras retomaram nesta segunda-feira ( 21) os bloqueios da estrada principal costeira do Peru, protestando contra a negligência parlamentar em relação a reivindicação de melhores salários e condições de trabalho, eles pedem que seus salários nas empresas agroexportadoras aumentem de 11 para 18 dólares por dia.

O protesto é uma reação ao fracasso do Congresso peruano, que, após dois dias de sessões, não aprovou uma lei de promoção agrária para substituir a que anulou no início de setembro, devido à pressão do fechamento de estradas, também por camponeses e outros trabalhadores, cuja repressão resultou em uma morte.

A nova legislação, de acordo com a demanda dos trabalhadores, deve fixar aumentos salariais que as empresas, que se beneficiaram de mais de duas décadas de regimes fiscais promocionais de isenção e redução dos direitos trabalhistas, se recusem a aceitar.

O fechamento das estradas começou ao amanhecer na rodovia Panamericana, em três pontos na região norte de La Libertad e outros três na região sul de Ica, e impediu a passagem de centenas de carros, ônibus de passageiros e caminhões.

O parlamento peruano não pôde aprovar a nova lei porque o projeto (que os trabalhadores já consideravam insuficiente) não alcançou maioria, pois a votação resultou em: 26 abstenções, 43 contra e apenas 25 a favor.

Este resultado foi precedido por uma intensa campanha de mídia e publicidade, segundo a qual as culturas de exportação, um dos principais itens de vendas no exterior, irão à falência se os salários forem aumentados, o que os empregadores se recusam a fazer.

O governo do Peru, em meio a uma crise institucional, afirmou ser incapaz de atender à demanda de salários porque a Constituição e as leis estabelecem que os salários são negociados diretamente entre empregadores e trabalhadores, sem intervenção do Estado, que só pode elevá-los no setor estatal.

Aproveitando o ensejo….
Aqui na Fonte BR, trabalhamos muito para entregar para vocês informações de qualidade amparadas unicamente na realidade dos fatos. Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você?
Clique aqui e seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo.

Jornalista boliviana, periodista potiguar. Formada pela UFRN, já trabalhou com telejornalismo diário e rádio, e atualmente, busca por meio da escrita, contribuir por uma mídia brasileira que enxergue a América Latina além dos esteriótipos

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha a Fonte!

Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você? Seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo. 

X