Connect with us

América do norte

Após 51 anos, um dos códigos do serial killer Zodíaco é decifrado

Conhecido como “340 cypher”, a mensagem em código foi enviada para o jornal The Chronicle, em novembro de 1969, e tem sido objeto de estudo desde então.

Ady Ferrer

Published

on

Conhecido como “340 cypher”, a mensagem em código foi enviada para o jornal The Chronicle, em novembro de 1969, e tem sido objeto de estudo desde então. A mensagem foi finalmente decifrada depois de 650 mil simulações no computador Spartan, da Universidade de Melbourne, na Austrália.

Os investigadores esperavam que o assassino poderia revelar sua identidade após matar 5 pessoas entre 1968 e 1969, mas não foi o caso. Confira a tradução (pontuação foi mantida como o documento original):

EU ESPERO QUE VOCÊS ESTEJAM SE DIVERTINDO MUITO TENTANDO ME PEGAR NÃO ERA EU NA TV O QUE LEVANTA OUTRO PONTO SOBRE MIM EU NÃO TENHO MEDO DA CÂMARA DE GÁS PORQUE ISSO IRÁ ME LEVAR AO PARAÍSO MAIS RÁPIDO PORQUE EU SEI QUE TENHO ESCRAVOS O SUFICIENTE PARA TRABALHAR PARA MIM QUANDO TODO O RESTO NÃO TEM NADA QUANDO ELES ALCANÇAREM O PARAÍSO ENTÃO ELES TÊM MEDO DA MORTE EU NÃO TENHO MEDO PORQUE EU SEI QUE A MINHA NOVA VIDA VAI SER UMA VIDA MAIS FÁCIL NO PARAÍSO DA MORTE

O FBI confirmou a autenticidade do documento em nota enviada ao The Chronicle. Essa é a segunda mensagem decifrada do serial killer. A primeira foi enviada para o The Chronicle, São Francisco Examiner e outros jornais em 1969 e dizia “eu gosto de matar porque é muito divertido”.

Aproveitando o ensejo….
Aqui na Fonte BR, trabalhamos muito para entregar para vocês informações de qualidade amparadas unicamente na realidade dos fatos. Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você?
Clique aqui e seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo.

Jornalista formada pela UCPel-RS, especialista em Relações Internacionais pela UnB e pós-graduanda em Cinema e Audiovisual pela Belas Artes de São Paulo. Podcaster no MIDcast política, #AdyNews e SulCast.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha a Fonte!

Que tal apoiar o jornalismo independente que fazemos para você? Seja um assinante. Fortaleça o bom jornalismo. 

X